Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Festi-Vale do Tua

Festi-Vale do Tua

Património edificado do PNRVT - Antas

Anta_da_Fonte_Coberta_Cha_06.jpg 

A presença humana no Vale do Tua é extremamente antiga. Mesmo nos planaltos mais inóspitos ao longo do Rio Tua são diversos os testemunhos arqueológicos que nos remetem para cerca de 5000 anos antes de Cristo. Entre as mais visíveis provas da mão humana na paisagem do Vale do Tua temos as diversas antas que estão espalhadas pelo Parque Natural Regional do Vale do Tua.
As antas (ou dólmens) são monumentos megalíticos tumulares colectivos (na Europa foram construídas entre o fim do V milénio a.C. e o fim do III milénio a.C). As antas caracterizam-se por terem uma câmara poligonal ou circular que seria usada como espaço sepulcral (a câmara dolménica). Esta era construída com grandes pedras verticais (esteios) que sustentavam uma grande laje horizontal (tampa ou mesa) de cobertura. 

Anta vilarinho - José Moutinho.jpg

 No Concelho de Carrezeda de Ansiães temos a Anta do Vilarinho (que já foi parte de um conjunto maior de monumentos, mas que foram sendo destruídos ao longo do tempo, restando apenas uma conhecida como a “Pala da Moura”) e a Anta de Zedes (também conhecida como Anta da Casa da Moura). No Concelho de Alijó existe a Anta de Fonte Coberta, um monumento pré-histórico isolado no Planalto da Chã.

Os outros três concelhos que integram o PNRVT (Mirandela, Murça e Vila Flor) apresentam diversos monumentos e indícios arqueológicos mas não têm nenhuma anta.

publicado às 14:24

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D