Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Festi-Vale do Tua

Festi-Vale do Tua

Plantas do PNRVT - O lódão-bastardo

Lódão-bastardo (Celtis australis, L.1753)

Família: Ulmaceae

 

Celtis_australis_leaves_and_fruits.jpg

A Celtis australis (nomes comuns: lódão-bastardo, ginginha-do-rei ou lodoeiro) é uma espécie de árvore caducifólia da família das Ulmáceas.

A árvore tem um crescimento lento mas a atinge uma altura máxima de até 30 metros. Tem um tronco direito, grosso, com a casca cinzenta, quase lisa, sem estrias ou fendas marcadas (aparecem pequenas saliências nas árvores mais velhas). A copa é redonda, com muitos ramos direitos e ramos finos ligeiramente pendentes. Entre março e maio aparecem pequenas flores solitárias de cor amarelo esverdeada e sem pétalas. O fruto é carnudo, liso e de forma esférica; é comestível e doce, com cerca de 1 cm de diâmetro. A maturação ocorre entre setembro e outubro e o fruto permanece na árvore até ao inverno. Cada fruto tem apenas uma semente (caroço).

O lódão-bastardo tem inúmeros usos, sendo aplicada quer na medicina tradicional (as suas folhas têm propriedades antidiarreicas e anti-hemorrágicas) quer no fabrico de utensílios (a sua madeira tem uma boa relação peso-resistência) agrícolas (como cabos de ancinhos e outras alfaias agrícolas) e carpintaria (mobiliário, pavimentos e portas).

Celtis_australis_südlicher_Zürgelbaum_1.JPG

Dentro do PNRVT, a árvore pode ser observada em diversos locais, por exemplo, na Microrreserva de Amieiro-Safres-S.Mamede de Ribatua.

publicado às 14:07

Mensagens

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D